Animais errantes

Projeto para castração de animais de rua ganha Orçamento Participativo

Projeto para castração de animais de rua ganha Orçamento Participativo

Um projeto para a castração de animais de rua foi o vencedor da primeira edição do Orçamento Participativo do município de Espinho. Este projeto vai receber 50 mil euros para que possa ser concretizado.

Na sua primeira edição, o Orçamento Participativo de Espinho tinha 39 candidaturas a votos. O projeto para a castração de animais de rua e de famílias com baixos rendimentos financeiros foi apresentado por João António Gama Rocha Castro e reuniu 588 votos.

Após a avaliação dos serviços da autarquia, o projeto vai avançar, estando prevista a esterilização de animais identificados juntos dos serviços da Câmara Municipal de Espinho como errantes ou que estejam à guarda de famílias sinalizadas como não tendo capacidade financeira para suportar esse procedimento veterinário.

Além disso, a esterilização será implementada mediante “convite a todas as clínicas veterinárias do concelho”, sendo que, segundo o vice-presidente da autarquia, Vicente Pinto, a execução do procedimento está disponível “imediatamente e tem um prazo limite de 12 meses”.