Investigação

Podem os bigodes dos gatos sofrer de fadiga?

A white, indoors, domestic shorthaired cat laying down by her food bowl.

O alerta chegou recentemente com um artigo do The New York Times, que argumenta que a fadiga dos bigodes é um problema real que pode levar os gatos a deixar de comer para evitar a taça.

De acordo com o jornal é causada pelo excesso de fricção dos bigodes dos animais contra as bordas das taças de alimentação enquanto comem, mas há já quem diga que este é um problema criado pelas empresas que vendem produtos para animais.

Nos Estados Unidos da América multiplicaram-se nos últimos tempos aquelas que vendem taças para alimentação com novos designs, como é o caso da Hepper, que vende agora taças sem bordas.

Contudo, a Boston Magazine decidiu ir um pouco mais longe e contactar especialistas veterinários para explicar afinal que problema é este. É o caso da Universidade de Tufts, nos EUA, que através de um porta-voz fez saber que o diagnóstico de fadiga dos bigodes é um problema desconhecido pelos especialistas da universidade.

O Presidente da American Veterinary Medical Association (AVMA), Thomas Meyer, também ouvido pela publicação, explica que a mudança de comportamento alimentar de um gato é um problema que merece atenção, contudo refere que “apesar dos bigodes dos gatos serem muito sensíveis, não existem neste momento provas que mostrem que o facto de os bigodes serem friccionados contra as taças de comida possa causar stress ou desconforto”.