Investigação

Novo vírus que infeta suínos pode afetar também humanos

Novo vírus que infeta suínos pode afetar também humanos

Um vírus descoberto recentemente em suínos pode ter a capacidade de se infiltrar em células humanas. A conclusão é de um grupo de investigadores da Universidade de Ohio, nos EUA, e da Universidade de Utrecht, na Holanda, os primeiros a estudar a transmissão do ‘deltacoronavírus porcino’, que foi identificado em porcos da China em 2012.

Até agora, a doença ainda não foi identificada em nenhum humano, mas a possibilidade está a preocupar os investigadores, que acreditam que este novo vírus é semelhante a outros vírus potencialmente fatais e cuja propagação depende da capacidade de o vírus se ligar a recetores nas células do animal.

Já se sabe que outros coronavírus podem usar recetores celulares que se encontram nos tratos digestivos e respiratórios de várias espécies animais diferentes, e embora o único contágio só tenha acontecido em laboratório, o vírus tem a capacidade de se infiltrar em células humanas, de gatos e de galinhas.

“Isso não prova que este vírus consiga infetar e provocar doenças nas outras espécies, mas isso é o que queremos saber, obviamente”, defende Scott Kenney, um dos investigadores envolvido na descoberta.