Animais

Provedora dos Animais pede isenção de taxas na fatura da água para a União Zoófila

Provedora dos Animais pede isenção de taxas na fatura da água para a União Zoófila

A Provedora dos Animais de Lisboa anunciou esta semana que está a ponderar pedir à Câmara Municipal de Lisboa a isenção de taxas na fatura da água para a União Zoófila, uma forma de evitar o corte no abastecimento da instituição que tem uma fatura de água no valor de 2450 euros por pagar.

Em declarações à agência Lusa, Maria Quaresma dos Reis, Provedora dos Animais de Lisboa, sublinha que “vamos ponderar todas as situações viáveis para que [o corte da água na União Zoófila] não aconteça. Inclusivamente avaliar a possibilidade de ter a isenção de alguma taxa”.

Recentemente, a União Zoófila fez um pedido de donativos na sua página oficial no Facebook, justificando a campanha com a impossibilidade de pagar uma fatura da água no valor de 2450,10 euros e o consequente corte no abastecimento. De acordo com a associação, do montante total, 1140,59 euros devem ser pagos à Empresa Portuguesa de Águas Livres (EPAL) e o restante à Câmara Municipal de Lisboa.

A Provedora dos Animais de Lisboa disponibilizou-se para ajudar e revelou que “vamos ver se é realmente possível pedir uma isenção ou isenção parcial dos valores”, sublinhado ainda que é preciso analisar “os enquadramentos possíveis para que esta situação não se volte a repetir”, uma vez que “a União Zoófila faz um serviço público e isso tem de ser considerado pela Câmara Municipal de Lisboa.”

Nota: fotografia retirada do site da União Zoófila