Saúde

Profissionais de saúde nacionais vão ter acesso gratuito a plataformas médicas digitais

Profissionais de saúde nacionais vão ter acesso gratuito a plataformas médicas digitais

A partir de janeiro do próximo ano, os médicos que exercem em Portugal passarão a ter acesso gratuito às principais plataformas médicas digitais. Os custos de acesso serão assegurados pelo Ministério da Saúde, que prevê também dar acesso gratuito a todos os profissionais de saúde do país, assim como a todos os cidadãos de Portugal.

Em causa estão as plataformas ‘BMJ Best Pratice’, ‘Cochrane Library’, ‘DynaMed Plus’ e ‘UptoDate’, que até tinham um custo anual de cerca de 1200 euros anuais para os médicos que as utilizassem.

De acordo com o jornal Expresso, o acesso gratuito generalizado a estas plataformas será assegurado pela Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS), num investimento global que ainda não é conhecido.

Miguel Guimarães, bastonário da Ordem dos Médicos, acredita que este “é um momento histórico para o nosso país: todos vão poder ter acesso a informação clínica fidedigna e atualizada 24 horas por dia e isto é um benefício muito grande.”

O bastonário diz também que esta medida do Ministério da Saúde “tem uma vantagem óbvia para os profissionais de saúde, sobretudo para os médicos, porque apoia a decisão clínica e permite fazer formação médica contínua, por exemplo através da plataforma ‘BMJ Best Pratice’; e dá à população acesso a informação viável em termos de impacto e de validade científica.”

Um estudo publicado em 2017 pela Comissão de Tecnologias de Informação em Saúde, revelava que quase 90% dos portugueses utiliza a internet com frequência para pesquisar informações sobre saúde.