Medicina Veterinária

Poderão os veterinários ser substituídos por robots?

Poderão os veterinários ser substituídos por robots?

É uma das maiores preocupações do setor dos recursos humanos para os próximos anos: poderão os robots e a inteligência artificial acabar com o trabalho como o conhecemos? Para ajudar a responder a esta questão, um designer e um web developer basearam-se num estudo de 2013 da Universidade de Oxford e criaram uma plataforma que analisa a possibilidade de algumas profissões passarem a ser dominadas por robots.

Ao todo são 702 as funções analisadas pelo website, nomeadamente médicos veterinários e assistentes veterinários, duas das funções com menos probabilidades de passarem a ser executadas por robots.

De acordo com os responsáveis pela plataforma, foi analisada a probabilidade de determinadas funções “serem automatizadas”, cruzando dados do gabinete de estatísticas dos Estados Unidos da América (Bureau of Labor Statistics) e previsões de desenvolvimento das profissões, salário médio anual e número de pessoas empregadas por setor.

Do lado das profissões que muito provavelmente acabarão por desaparecer, estão operador de caixa (97%), taxistas e motoristas (89%).