Animais

Parlamento Europeu proíbe testes em animais na indústria cosmética

Parlamento Europeu proíbe testes em animais na indústria cosmética

O Parlamento Europeu votou na passada semana a favor da proibição dos testes em animais na indústria cosmética, com os votos a favor de 620 deputados. Esta resolução surge cinco anos depois da União Europeia ter proibido a venda na Europa de produtos cosméticos que tenham sido testados em animais fora do espaço comunitário.

A The Body Shop e a organização não governamental Cruelty Free International querem agora levar a este tema a discussão nas Nações Unidas e lançaram recentemente uma petição que pede 8 milhões de assinaturas. Até ao momento já foram recolhidas 6 milhões de assinaturas, 75 mil das quais em Portugal.

Jessie Macneil-Brown, Head of Global Campaigns da The Body Shop, defende que “a The Body Shop está a fazer pressão para banir os testes em animais na indústria cosmética em todo o lado e para sempre.”

Já Michelle Thew, CEO da Cruelty Free International, refere que “tragicamente, apesar da disponibilidade de testes sem animais aprovados e ingredientes seguros para utilização humana, ainda não existem leis que banam os testes em animais nos produtos cosméticos em 80% do mundo. Estimamos que mais de meio milhão de animais ainda sejam usados anualmente em testes cruéis e desnecessários.”