Bem-Estar animal

Parlamento açoriano quer novas medidas de promoção do bem-estar animal

Parlamento açoriano quer novas medidas de promoção do bem-estar animal

Os partidos da Assembleia Regional dos Açores votaram esta semana uma proposta que pretende colocar microchips em cães, colocar o registo na base de dados regional e garantir apoios para a alimentação e tratamentos veterinários. De acordo com a publicação regional Açoriano Oriental, estas medidas serão implementadas em articulação com as associações de proteção de animais açorianas e preveem ainda a esterilização dos animais.

De acordo com a deputada socialista Renata Correia Botelho, esta proposta tem como principal objetivo “acabar com o abate dos animais nos canis da região”. “Não pretendemos [Partido Socialista], de todo, desresponsabilizar as autarquias. Não é esse o objetivo. As autarquias têm de cumprir com as suas obrigações mas entendemos que devemos recomendar ao Governo Regional para que este dê também o seu contributo para que em conjunto consigamos chegar ao fim dos abates”.

No início de 2018, será também enviada às associações de defesa dos animais dos Açores uma proposta de portaria que visa apoiar financeiramente ações de desparasitação, vacinação, esterilização e identificação eletrónica de animais da responsabilidade destas associações.