Médicos Veterinários

Morreu coala que foi resgatado do fogo por uma mulher

O coala Lewis, que se tornou conhecido mundialmente depois de ter sido salvo dos recentes incêndios na Austrália, morreu esta terça-feira. A equipa do hospital veterinário Port Macquarie, onde o marsupial estava internado, fez o anúncio através das redes sociais, nas quais explicou que teve de recorrer à eutanásia depois de verificarem as queimaduras nos membros do animal.

“Indicámos recentemente que as queimaduras podem piorar antes de melhorar. No caso do Lewis, as queimaduras pioraram e, infelizmente, não iriam melhorar. O objetivo primordial do hospital é o bem-estar do animal, tendo sido essa a base da decisão que foi tomada”, pode ler-se na página de Facebook do hospital de coalas.

Recorde-se que foi uma cidadã australiana que retirou o coala de uma árvore, perto de Long Flat. Depois de o tentar ajudar com água, embrulhou-o num lençol para o levar a um hospital veterinário.

Nos últimos anos, os incêndios na Austrália aumentaram de intensidade e os especialistas estão a associar essa realidade às mudanças climáticas.