Investigação

Investigadores criam gel oral de dexmedetomidina

Investigadores criam gel oral de dexmedetomidina

Um grupo de investigadores desenvolveu dexmedetomidina (sedativo agonista alfa2-adrenérgico) na forma de gel oral que pode ser administrado a cães pelos seus donos com o objetivo de reduzir comportamentos relacionados com medo e ansiedade. A dexmedetomidina é conhecida por ser um sedativo que mantém o paciente sonolento, mas responsivo.

Para avaliar a eficácia do fármaco na forma de gel oral, os investigadores administraram o gel e um placebo idêntico a uma amostra de 182 cães com um historial de ansiedade e medo relacionados com o barulho do fogo-de-artifício e que foram expostos a esse barulho na noite de Ano Novo.

De acordo com os resultados agora publicados na revista científica Veterinary Record, 72% dos cães que receberam o gel oral de dexmedetomidina tiveram um tratamento com efeitos considerados “bons” ou “excelentes”, o que significa que não mostraram sinais de medo ou ansiedade ou que esses sinais foram ligeiros ou temporários. No caso dos cães do grupo que recebeu o placebo, essa percentagem desceu para os 37%.

O estudo foi entretanto distinguido com o ‘Impact Award’ da Veterinary Record, por ser considerada uma investigação com elevada probabilidades de ter um impacto prático na vida dos animais e dos seus donos, devido à eficácia e facilidade de administração.

A inovação, que foi desenvolvida pela Orion Parma, já está disponível no Reino Unido, mas requer prescrição de um médico veterinário.