Animais

Hotéis para animais com lotação esgotada entre junho e agosto

Hotéis para animais com lotação esgotada entre junho e agosto

Há cada vez mais portugueses a optarem pelos hotéis para animais de estimação para ficarem com os seus animais durante os meses de verão. De acordo com uma notícia da Lusa, entre os meses de junho e agosto, estes espaços têm lotação praticamente esgotada, com o Porto a assumir-se como a cidade com maior procura em plataformas digitais de reserva deste tipo de alojamento.

António Guilherme Vidigal, curador do hotel para animais do Jardim Zoológico de Lisboa, explica em declarações à agência noticiosa que “não nos encontramos com a lotação totalmente esgotada, contudo, não temos capacidade de resposta para o tipo de pedidos efetuados nesta altura”. De acordo com o responsável, durante os meses de verão, a taxa de ocupação daquele espaço “ronda os 90%”.

Já no Centro de Bem-Estar Animal, na Maia, “a taxa de ocupação neste momento é de 100%”. Com 27 jaulas individuais para animais, 20 para cães e sete para gatos, este espaço registou este ano “um aumento de procura destes serviços”, uma vez que as pessoas têm “uma preocupação em fazer marcações para os animais de companhia com muita antecedência, para garantir um lugar”, revelam os responsáveis à Lusa.

A agência noticiosa diz ainda que, de acordo com os dados de uma plataforma portuguesa de contratação de serviços locais, houve este ano um aumento de “40% [da procura de opções para o alojamento de animais de estimação] durante apenas o mês de junho, com mais de 110 solicitações na plataforma em 2018″.

De acordo com a mesma plataforma, o Porto é a cidade com mais pedidos, com “30% do total das solicitações, seguindo-se a cidade de Lisboa, com 20%, Braga, com 12%, e Setúbal, com 11%”. Para além disso, “o valor médio diário da categoria ‘hotel para animais’ é de 11,50 euros” e a subcategoria ‘hotel para gatos’ tem “um preço médio de oito euros” por dia.