Animais de Companhia

Hospital permite que crianças internadas recebam visitas de cães

Hospital permite que crianças internadas recebam visitas de cães

O Hospital Universitário Rey Juan Carlos de Móstoles, em Madrid, e a associação Plan de Humanización de la Asistencia Sanitaria lançaram uma iniciativa que pretende facilitar os internamentos de crianças naquele hospital, permitindo que recebam a visita dos seus cães.

O objetivo é melhorar os cuidados prestados às crianças facilitando uma situação hostil como é o caso de um internamento. Assim, todas as terças-feiras, entre as 17h00 e as 18h00, as crianças entre 1 e 15 anos de idade podem ser visitadas pelos seus cães.

No entanto, para poderem visitar as crianças, os cães devem cumprir determinados requisitos, uma vez que a recuperação das crianças não pode ser colocada em causa. A raça do cão não pode estar na lista de raças potencialmente perigosas, as vacinas obrigatórias devem estar em dia, devem ser escovados antes de entrar, fazer as necessidades e estar sempre acompanhados por um tutor.

Os pacientes que requeiram cuidados especiais, contudo, ficam fora da iniciativa: pacientes com dificuldades de mobilidade, que necessitem de oxigénio ou não estejam clinicamente estáveis.

De acordo com o Hospital Universitário Rey Juan Carlos de Móstoles, em breve a iniciativa poderá ser alargada a mais dias, uma vez que até agora “tem sido bem acolhida pelos pacientes e pelas famílias”.