Médicos Veterinários

Há espaço para mais duas faculdades de Medicina Veterinária?

Há espaço para mais duas faculdades de Medicina Veterinária?

Durante o discurso de encerramento do VetSummit, Jorge Cid, bastonário da Ordem dos Médicos Veterinários, aproveitou a presença de muitos profissionais no evento para assegurar que a OMV “tudo tem feito para explicar ao Ministério da Educação a necessidade de travar a abertura de novas faculdades de Medicina Veterinária ou, no mínimo, diminuir o número de alunos para que haja menos colegas a ter de ir para fora e os que se formam cá tenham melhor formação”.

O bastonário salientou que “as diligências da OMV conseguiram já que das duas novas faculdades previstas uma tenha ficado para já em stand by, mas a outra está mesmo muito avançada”, lembrando que “as faculdades são financiadas por aluno, daí a resistência em reduzir o seu número”.

Justificando a necessidade de diminuir o número de médicos veterinários que saem todos os anos das faculdades nacionais, Jorge Cid adiantou que “como sabem, a Ordem está a fazer um estudo e, de acordo, com as informações que temos até agora: cerca de 70% dos médicos veterinários estão em situação de subemprego, o que é inadmissível”.