Animais

Facebook e Instagram proíbem comércio de animais vivos

Facebook e Instagram proíbem comércio de animais vivos

O Facebook e o Instagram atualizaram a sua política de vendas nas redes sociais e passaram a proibir a vende de animais vivos. Esta mudança está em vigor desde o passado dia 19 de maio e inclui animais vivos, sejam de companhia ou de produção, e peles de animais.

De fora destas regras ficam as jaulas ou gaiolas, os brinquedos, as coleiras, a ração e outros produtos para animais, assim como os serviços veterinários, que continuam a poder ser ‘publicitados’ ou comercializados em ambas as plataformas.

Estas proibições vêm juntar-se a outras proibições de comércio já previstas pelas redes sociais, como a venda de armas, drogas, produtos para público maior de idade e bebidas alcoólicas.

Para que estas novas regras sejam cumpridas, as redes sociais são estão a pedir aos utilizadores que denunciem sempre que se deparem com alguma publicação não cumpra as regras.