Animais de companhia

Corte de cauda e orelhas em animais de companhia oficialmente proibido em Espanha

Corte de cauda e orelhas em animais de companhia oficialmente proibido em Espanha

Já está em vigor em Espanha, desde o passado dia 1 de fevereiro, a Convenção Europeia para a Proteção dos Animais Domésticos que desde 1987 proíbe, na União Europeia, que os tutores cortem as orelhas e a cauda dos seus animais de companhia por motivos estéticos. A aplicação chega com mais de 20 anos de atraso e inclui ainda a proibição de alterações nas cordas vocais, remoção das unhas e alterações dos dentes dos animais.

De acordo com a publicação Argos Portal Veterinária, esta convenção regula diversos aspetos relacionados com intervenções cirúrgicas que tenham como objetivo modificar a aparência do animal para outros fins que não a saúde e bem-estar.

Estão, no entanto, previstas algumas exceções a estas proibições, que carecem de parecer por parte de um médico veterinário, uma vez que algumas destas intervenções podem ser necessárias por razões médicas e em benefício do bem-estar do animal.