Medicina Veterinária

Clínicas veterinárias são cada vez mais ‘mobile’

Clínicas veterinárias são cada vez mais ‘mobile’

A entrada de gerações mais novas na medicina veterinária, e a falta de capacidade de investimento para abrir clínicas veterinárias próprias, levou ao nascimento de uma tendência que promete mudar o setor: as clínicas veterinárias móveis.

Nos Estados Unidos da América, em particular, esta tem sido uma de contornar problemas como a impossibilidade de deslocação às clínicas veterinárias e ansiedade sentida por alguns animais quando visitam clínicas veterinárias, uma vez que permite que o atendimento seja feito na zona de conforto do paciente, refere o Veterinary Practice News.

De acordo com a publicação, uma das principais vantagens apontadas a este ‘modelo’ de clínica veterinária prende-se com o investimento, que de acordo com aqueles que já o fizeram chega a ser entre 30 a 40% inferior ao investimento realizado numa clínica tradicional.

Além disso, estas clínicas veterinárias mobile estão a ser vistas como uma boa alternativa sobretudo porque permitem manter um contacto mais próximo com as comunidades nas quais se movem.

Mas não é só no mercado norte-americano que esta tendência está a crescer. Também em Portugal têm surgido nos últimos anos várias experiências de serviços veterinários ao domicílio, como é o caso da startup Dr. Bigodes, que através de uma app permite aos donos de animais solicitarem consultas e serviços ao domicílio, e um projeto da Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Viana do Castelo, o ‘Pet on Wheels’ .