Animais Errantes

Campanha de apoio à esterilização de animais de companhia só atribuiu 8% das verbas disponíveis

Campanha de apoio à esterilização de animais de companhia só atribuiu 8% das verbas disponíveis

Nos primeiros seis meses, a campanha de apoio à esterilização de animais de companhia, lançada pelo Governo, só atribuiu 8% das verbas disponibilizadas. Até agora, a DGAV só recebeu 108 candidaturas, numa verba total de apoios de cerca de 40 365 euros que deverão beneficiar 16 municípios e associações.

A campanha foi lançada em abril deste ano e termina a 30 de novembro, disponibilizando cerca de meio milhão de euros. Para se candidatarem, os Centros de Recolha Oficial (CRO) devem ter registado, no mínimo, 25 esterilizações, podendo os municípios beneficiar de apoios até aos 15 mil euros e as entidades gestoras de CRO intermunicipais até 30 mil euros.

Os CRO apoiados receberão uma quantia fixa por cada esterilização: 15 euros para gatos, 35 euros para gatas, 30 euros para cães e 55 euros para cadelas.

A DGAV revela em comunicado que “tem vindo a contactar os diversos municípios que informaram estar a proceder à esterilização de animais e que aguardam atingir o número previsto na lei para se poderem candidatar ao apoio financeiro, no sentido de dinamizar a campanha.”

Recentemente, a DGAV anunciou também o lançamento de uma campanha de apoios para a melhoria das instalações e aquisição de equipamentos adequados à realização das esterilizações, uma medida que também não esgotou as verbas disponibilizadas, tendo recebido 31 candidaturas, que receberam 155 285 euros (30% do total disponibilizado).