Investigação

Cães mais expressivos quando se sentem observados

Cães mais expressivos quando se sentem observados

Os cães produzem mais expressões faciais quando os humanos estão a olhar para eles. A conclusão é de um estudo da Universidade de Portsmouth, no Reino Unido, que conseguiu demonstrar que os cães movem o focinho como uma resposta direta à atenção dada pelos humanos, sugerindo que estes animais produzem expressões faciais para comunicar.

O estudo agora publicado mostra que a expressão mais comum nos cães é o levantar das sobrancelhas. Para chegar a esta conclusão, o estudo contou com uma amostra de 24 cães de diversas raças que foram colocados a uma distância de um metro de pessoas que foram filmadas a interagir ou de costas voltadas para o animal.

Juliane Kaminski, investigadora que liderou o estudo, defende que “agora podemos estar confiantes de que a produção de expressões faciais nos cães está dependente da atenção dada pela sua audiência e não é só um resultado do quão excitado o animal está. No nosso estudo, os cães produziram muito mais expressões faciais quando alguém estava a olhar para eles, mas ver alimentos não teve o mesmo efeito”.

De acordo com a cientista, os resultados do estudo servem para demonstrar que os cães são sensíveis à atenção dada pelos humanos e que essas expressões podem ser a sua forma de tentar comunicar.

O estudo foi publicado na revista científica Nature e pode ser conhecido em detalhe aqui.