Animais de Produção

Cabras sapadoras limpam meio hectare num mês

Cabras sapadoras limpam meio hectare num mês

Um mês foi quanto 30 cabras sapadoras anãs precisaram para limpar um terreno de meio hectare em Fiães, Santa Maria da Feira. De acordo com o Jornal de Notícias, a iniciativa decorreu no âmbito de um projeto piloto de “gestão de combustíveis florestais com recurso a cabras sapadoras” proposto à Câmara Municipal por uma engenheira zootécnica.

A experiência, que terá também o apoio da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) e da Associação de Desenvolvimento Rural Integrado das Terras de Santa Maria (ADRITEM), terá uma duração de três meses, mas os promotores da iniciativa revelam que os primeiros resultados os deixaram “bastante satisfeitos”.

Ana Catarina Fontes, engenheira zootécnica responsável pelo projeto, explica à publicação que “elas [as cabras sapadoras] tinham duas parcelas de terreno para limpar (…) A primeira está totalmente limpa e já passaram para a segunda parcela há cerca de uma semana onde também já se nota uma grande diferença no terreno.”

“Estou muito satisfeita com os resultados porque as cabras sapadoras estão a portar-se muito bem e a ingestão de matéria está a corresponder ao previsto”, acrescenta.

A engenheira zootécnica acrescenta ainda que a este ritmo o terreno, com uma área total de um hectare, deverá ficar limpo de matéria combustível antes do final dos três meses da experiência. No final, o projeto-piloto será alvo de uma análise científica para determinar qual o tempo necessário para limpar um terreno com recurso a cabras sapadoras ou máquinas.