investigação

Alta densidade de neutrófilos pode estar relacionada com tumores mamários caninos agressivos

Alta densidade de neutrófilos pode estar relacionada com tumores mamários caninos agressivos

Um grupo de investigadores brasileiros realizou um estudo que procurou perceber qual a relação entre um microambiente tumoral inflamatório e diferentes tipos histológicos de tumores mamários caninos. Os resultados foram agora publicados e sugerem que uma elevada densidade de neutrófilos e uma grande área de fibrose tumoral podem estar diretamente relacionados com tumores agressivos.

As neoplasias mamárias são os tumores com maior incidência nas cadelas e o microambiente tumoral inflamatório desempenha, habitualmente, um papel crucial no seu desenvolvimento. Com este estudo, os cientistas quiseram, assim, avaliar o número de perfis celulares de células inflamatórias e a área de fibrose tumoral e a relação destas características com tumores mamários caninos de diferente apresentação histológica e clínica.

As conclusões indicam que poderá existir uma relação direta entre um elevado número de neutrófilos e tumores mamários caninos agressivos. Conheça os resultados em detalhe aqui.