Animais de companhia

A partir desta semana, animais já entram em restaurantes

A partir desta semana, animais já entram em restaurantes

A lei que permite que os animais de companhia entrem em restaurantes e outros estabelecimentos comerciais entrou em vigor esta segunda-feira (25 de junho), uma medida que, de acordo com a associação que representa o setor da restauração deverá ter pouca adesão.

A Associação de Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) criticou na passada semana “a pouca clareza da lei” e “a responsabilidade que pode gerar para os proprietários de estabelecimentos, nomeadamente em termos de higiene e segurança alimentar”.

Ana Jacinto, secretária-geral da AHRESP, defende que “este é um tema que deveria ter sido alvo de uma profunda reflexão e que deveria ter tido em conta as preocupações do setor. Acreditamos que, por estas razões, grande parte dos restaurantes não irá aderir à permissão”.

Os estabelecimentos que queiram permitir a entrada de animais de companhia deverão colocar à porta um dístico criado pela AHRESP e que já está a ser distribuído por todos os associados da organização. Aqueles que pretendam não permitir a entrada de animais terão apenas que manter o atual dístico de proibição.

Importa referir que os animais que entrem em estabelecimentos comerciais devem estar presos “com trela curta”, não podendo circular livremente pelos espaços nem entrar em zonas de serviço ou onde existam alimentos.