Animais de Companhia

35% dos cães diagnosticados com osteoartrite têm excesso de peso

Trinta e cinco por cento dos cães com osteoartrite sofrem também de excesso de peso, revelou um estudo realizado pela seguradora americana Trupanion.

A seguradora elaborou uma lista das cinco raças de cães mais propensas a sofrerem de excesso de peso e constatou que, dessas, três estão também associadas às raças mais frequentemente diagnosticadas com osteoartrite.

Com base nos dados tratados pela seguradora, os cães com mais problemas de peso são: o golden e o labrador retriever, o cavalier King Charles spaniel, o bulldog inglês e, finalmente, o pug. Já a lista das cinco raças com maior probabilidade de sofrer osteoartrite são o pastor alemão, o golden retriever, o bulldog inglês, o labrador retriever e o pastor de Berna (Berner Sennenhund). Os investigadores concluíram que três destas raças – labrador retriever, bulldog inglês e golden retriever ­– estão em ambas as listas.

Além da predisposição de certas raças para o excesso de peso, existem dois fatores recomendados para que um animal perca peso com base nas principais diretrizes para a avaliação nutricional de animais de estimação: exercício e restrição calórica.

A restrição calórica é especialmente decisiva, como explicou o veterinário e especialista em comunicação científica da Royal Canin, Javier Manzanares, em declarações à Animal’s Health: “[Em alguns casos], os animais de companhia são alimentados de forma inadequada, abusando dos doces e dos alimentos extra, que não devem exceder 10% da ingestão diária de caloria.”

O excesso de peso nos cães é um problema comum, que pode provocar problemas de saúde e reduzir a esperança média de vida dos animais.